Toranja

banner_musica

Carta :: Toranja – Esquissos

C
N?o falei contigo
F
com medo que os montes e vales que me achas
C F
ca?ssem a teus p?s…
C
Acredito e entendo
que a estabilidade l?gica
F
de quem n?o quer explodir
C F
fa?a bem ao escudo que ?s…
C
Saudade ? o ar
F
que vou sugando e aceitando

como fruto de Ver?o
C
nos jardins do teu beijo…
C
Mas sinto que sabes que sentes tamb?m
F
que num dia maior ser?s trap?zio sem rede
C
a pairar sobre o mundo
F
e tudo o que vejo…

G
? que hoje acordei e lembrei-me
F
que sou mago feiticeiro
Am Em
Que a minha bola de cristal ? feita de papel
F G
Nela te pinto nua, nua…
C F C
numa chama minha e tua.

Desconfio que ainda n?o reparaste
que o teu destino foi inventado
por gira-discos estragados
aos quais te vais moldando…
E todo o teu planeamento estrat?gico
de sincroniza??o do cora??o
s?o leis como paredes e tetos
cujos vidros vais pisando…

Anseio o dia em que acordares
por cima de todos os teus n?meros
ra?zes quadradas de somas subtra?das
sempre com a mesma solu??o…
Podias deixar de fazer da vida
um ciclo vicioso
harmonioso do teu gesto mimado
e ? palma da tua m?o…

? que hoje acordei e lembrei-me
que sou mago feiticeiro
e a minha bola de cristal ? feita de papel
Nela te pinto nua
Numa chama minha e tua.

Desculpa se te fiz fogo e noite
sem pedir autoriza??o por escrito
ao sindicato dos Deuses…
mas n?o fui eu que te escolhi.
Desculpa se te usei
como ref?gio dos meus sentidos
peda?o de sil?ncios perdidos
que voltei a encontrar em ti…

G
? que hoje acordei e lembrei-me
F
Que sou mago feiticeiro…

Am Em

F G
…nela te pinto nua, nua…
C F C
Numa chama minha e tua.

Ainda magoas algu?m
O tiro passou-me ao lado
Ainda magoas algu?m
Se n?o te deste a ningu?m
magoaste algu?m
A mim… passou-me ao lado.

This entry was posted in Music. Bookmark the permalink.


Comments are closed.