até qualquer dia, Carlos Paredes

image

Carlos Paredes nasceu em Coimbra a 16 de Fevereiro de 1925, falecendo hoje, em Lisboa, é um musico do mundo pela sua “arte inimitável”, afirmou a ministra da Cultura, Maria João Bustorff, num comunicado hoje enviado ? agência Lusa.

O guitarrista Carlos Paredes faleceu hoje em Lisboa, na Fundação-Lar Nossa Senhora da Saúde, onde se encontrava internado desde Dezembro de 1993, quando lhe foi diagnosticada uma mielopatia, doença degenerativa que lhe atacou a estrutura óssea e o impediu de tocar guitarra.

Não vou dizer que era um profundo conhecedor da sua obra musical, os verdes anos é a sua peça mais conhecida, outros temas seria difícil reconhece-los, ficará na minha memoria como um homem de carácter e um grande Português.

This entry was posted in Geral. Bookmark the permalink.


2 Responses to até qualquer dia, Carlos Paredes

  1. Pedro Oliveira says:

    Carlos Paredes, esse senhor dono de um grande dom, o de manejar a guitarra portuguesa, que é tao nossa!!, e pessoa tao honesta, simples… fenomenal! E digo mais.. quando dizes que seria dificil reconhecer as obras… Qualquer obra de Carlos Paredes tem um toque unico que as faz diferentes de todas as outras 🙂

  2. _41 says:

    Pedro, obrigado por participares no zone41!
    Sem duvida que paredes é único.