Os cartões de visita morreram?

MOO 100 pack

Ainda não mas o cenário que o Mark Evans apresenta é uma mudança nos tempos .
Se para alguns trocar um vcard ou receber o contacto via ir é coisa banal para outros e posso vos dizer que neste momento os clientes com que lido ainda preferem o velho cartão de visita.
Por isso os Moo têm tudo quanto eles procuram nos clássicos cartões, mais umas coisas como e-mail e um endereço sem www para espanto de alguns.
Mas as maiores reacções espero te-las para Fevereiro.

This entry was posted in Blogosfera, Work, cartões de visita. Bookmark the permalink.


9 Responses to Os cartões de visita morreram?

  1. Bruno Amaral says:

    Nem vão morrer.

    Trocar cartões de visita é quase um ritual, parte do processo e do protocolo entre empresas.

    Os orientais dão-lhes tanta importância que até ficam aborrecidos se alguém rabisca o número de telefone no verso.

    E nem toda a gente anda com um telemóvel de topo ou sequer sabe que pode receber os contactos via bluetooth.

    O que se ouve mais é “Manda-me um toque para eu ficar com o teu número!” ou “Não tem um cartãozinho?”

  2. _41 says:

    Sobre este tema alguém me contou-me que havia outro alguém que oferecia Zippo’s gravadas com os seus contactos.

    Não sendo fumador, não deixaria de recordar tal contacto, nem seria preciso anotar nada no cartão.

  3. Hugo says:

    Eu também acho que os cartões de visita não vão morrer.
    É bastante mais prático pedir um cartão de visita, do que usar o bluethooth. As empresas de telemóveis e pdas, têm é de saber minimizar este problema, através de soluções que permitem digitalizar os cartões, reconhecendo os contactos dos cartões de visitas, como já acontece no caso do Sony Ericsson P990i.

  4. joaon says:

    Então sempre aceitaste a sugestão! 😀

  5. Wilson says:

    Por acaso já conhecia o serviço MOO.

    Neste momento (..deve estar mesmo a acabar) estão a oferecer um pack de 10 cartões aos utilizadores da rede social BEBo, uma rede tipo Hi5.

    Eu já mandei vir os meus..

  6. _41 says:

    Obrigado pela dica Wilson, mas eu não utilizo a rede social BEBO.

  7. Luí­s Correia says:

    Por Favor quem sabe “QUANDO” e “PORQUÊ” se dobra o canto de um cartão de visita. Obrigado

  8. ricardo says:

    Dobra-se o canto quando se entrega o cartao pessoalmente, pelo menos e isso que sempre me tem dito.

  9. Rui Pedro says:

    Tambem andava a procura de cartões de canto dobrados.

    Achei uma explicação que faz sentido em http://serapilheira.blogspot.com/2005_05_01_archive.html .

    ao menos nao é um “porque sim ou porque não e tenta ser uma coisalógica e que me deixou satisfeito.

    cumprimentos