Rodrigo Sepulveda em entrevista

a Hector Milla.
Será que não à espaço para se fazerem coisas parecidas em Portugal?
A questão do tráfego continua a ser um problema?
Ou onde param os patrocinadores para os ads? Ou quem vê estes conteúdos não gosta de anúncios?

This entry was posted in Internet, mobile. Bookmark the permalink.


2 Responses to Rodrigo Sepulveda em entrevista

  1. João Antunes says:

    A pergunta principal é outra: haverá produtores* de conteúdos com qualidade?
    Havendo isso, há audiencia… e se chegar a certo numero, haverá o atractivo para os anunciantes.

    *por produtores refiro-me a quem produz pelo gosto em si de criar algo, partilhar com outros e receber o feedback… se mais á frente houver possibilidade de também obter algum retorno financeiro pela publicidade, sem ser intrusiva para a audiencia, tudo bem.

  2. ricardo says:

    É por comentários destes que um blog deve aceitar comentários.

    João,
    será que não existem mesmo produtores?

    Eu muitas vezes com posts como este tento espicaçar os visados.