subsídio de residência

A declaração actualizada do ministro da Agricultura, entregue em Abril, refere que Jaime Silva obteve, no ano passado, um rendimento anual bruto do trabalho dependente no valor de 102 764 euros. Como Jaime Silva tem residência em Bruxelas, onde exercia funções nos serviços da Comissão Europeia, recebe um subsídio mensal de 1300 euros para alugar casa em Lisboa. O ministro da Agricultura tem um BMW TI. Em 12 meses, recebeu 15 600 euros de subsídio de residência.

in, CM 14-05-07.
via [Daniel Marques]

Sem comentários.

This entry was posted in Portugal. Bookmark the permalink.


4 Responses to subsídio de residência

  1. Mario says:

    Bom todos podem criticar mas todos gostava de ter os mesmos rendimentos. Uma pessoa que consegue subir o seu rendimento anualmente dessa maneira tem sem duvida uma visão empreendedora e se o recebem é porque podem e sabem como o fazer para o receber.

    Um dia também hei de ganhar assim 🙂

  2. Qual é mesmo o problema aqui?

    É por estas e por outras que sinto vergonha de ser Português.
    Porque raio é que o “Portuguezinho” tem sempre de ser tão invejoso e deita abaixo, em vez de ser invejoso e tentar fazer algo de bom, para tentar ser tão bom ou melhor que o “outro”?

    Se o Primeiro Ministro e os ministros em Portugal ganham pouco mais do que qualquer trabalhador de empresas de serviços aqui na “europa”, então deixa estar que não devemos voltar a Portugal tão cedo.

    Se calhar até mando um mailzinho ao ministro a convidá-lo para a minha equipa… ficava com um carrito e uma casa melhor e tudo.

    Bando de invejosos!

  3. ricardo says:

    Bruno,

    o problema aqui é que não percebo porque razão este ministro muda a sua residência para Bruxelas e não a têm efectivamente em Lisboa.

    O que quis mostrar com este recorte de jornal é a forma como as coisas continuam a ser feitas.

  4. É irrelevante ter a residência em Bruxelas. Os outros ministros também ganham os 1300 euros… basta viverem a mais de 100Km. Os outros dois ministros vivem no Porto.