A FCCN voltou a fazer das suas

O Rui Augusto é o webmaster do tuning.online.pt, hoje descobriu que:

Porque a marca online nunca foi registada e porque houve a liberalização dos dominios a FCCN resolveu cancelar hoje o online.pt.

Conheço o Rui desde o ano 2000 e tenho algum carinho pelo portal visto ser utilizador desde o seu inicio.
Infelizmente a FCCN presta mais uma vez um mau serviço à comunidade online portuguesa.

Quero acreditar que tudo se vai resolver rapidamente e que toda a gente vai poder voltar a ir ao sítio do costume.

This entry was posted in Internet and tagged . Bookmark the permalink.


5 Responses to A FCCN voltou a fazer das suas

  1. A medida faz sentido e peca por tardia. Se não existe marca ‘online’, ou melhor, se a papelada não foi devidamente preenchida, então deve terminar. A Caleida é que devia ter regularizado tudo, dado ser registar. Não o fez, paciência! Agora não deve imputar as culpas *todas* à FCCN.

  2. ricardo says:

    Tudo bem, mas será que como entidade responsável pela gestão dos domínios em Portugal, não poderia ter dado outro tratamento ao sucedido?
    Quantas empresas, instituições ou clientes particulares estavam alojados no online.pt?
    É a pensar nesses que levanto esta questão.

  3. Se podia ter dado outro tratamento ? Sim, acredito que sim, a FCCN ainda não é autoritária. Contudo e conhecendo a Caleida, quer-me parecer mais incompetência que outra coisa qualquer (tive durante 4 anos um dominio online.pt).

    A pensar nos que tiveram dominio online.pt, bem, registassem a marca e ficava tudo resolvido. Custava mais? Pois claro! Mas era a forma legal de o fazer, sem andar por atalhos (been there also).

  4. ricardo says:

    VD, obrigado pelo comentários.

    Conclusão, uma trapalhada da grande que se podia ter evitado se toda a gente fizesse o seu trabalho.
    A solução agora poderia ser o registo directamente com a FCCN dos respectivos xxx.online.pt, assim os donos dos mesmos não sairiam prejudicados.Sera que é possivel?

  5. António says:

    Há vários pedidos de registo da marca, o primeiro de 96 e o qu e foi aceite data de 2000 (estou confuso com as datas mas a 100 limite tentou várias vezes registar o domínio). Alguém da FCCN deixou-me um comentário com a resposta da entidade, está também em dns.pt.