LG GW620 – Análise

LG GW620
LG GW620LG GW620LG GW620

A convite da LG Portugal recebi um LG GW620 para o testar durante alguns dias.
Para os mais distraídos este foi o primeiro smartphone a correr o sistema operativo Android desta empresa sexagenária.

E já está no mercado há já algum tempo. A plataforma Android estreou a versão 1.0 em Setembro de 2008 e o Google apresentou a versão 2.2 em Maio deste ano.

Antes de entrarmos na análise do LG GW620 convêm lembrar que existem vários smartphones a correr Android com várias versões diferentes, ficando as actualizações oficiais a cargo das respectivas marcas.
Esta é uma das críticas que esta plataforma tem recebido, e cada marca tem resolvido à sua maneira esta questão.
Na minha opinião as marcas deveriam estar a actualizar todos os seus equipamentos com as últimas versões e não a promover as últimas actualizações apenas nas novas unidades.
Infelizmente não é isto que acontece.
Assim ao estarem a utilizar a plataforma Android ficaram expostas à sua evolução e os clientes tem que lidar com esta politica comercial.

LG GW620 possui um teclado deslizante que é uma mais valia quando se quer escrever algo mais longo e se tempo para o fazer. Passamos a ter as duas possibilidades o teclado fisico e o teclado táctil do Android OS.

As suas dimensões não o fazem passar despercebido, mas não chega a ser demasiado volumoso.
Apresenta uma boa qualidade de construção, comparando com outros equipamentos do género. E a duração da sua bateria foi uma agradável surpresa.
Fazer fotografias é bastante facil, pois possui uma tecla própria para chamar a aplicação da câmara, as fotos tem uma qualidade bem acima da média.
A questão de possuir um processador menos rápido que outros smartphones a correr Android poderá apenas ser uma questão para utilizadores mais exigentes, a utilização é fluida o suficiente.

Para as especificações completas visitar a página do LG GW620.

Alguns exemplos de fotografias tomadas com a camera com 5 Megapixels AF (e LED Flash) do LG GW620:
Lanchão Ideal
Fotografia com o LG GW620. Android
Fotografia com o LG GW620.

Em conclusão o LG GW620 é  um smartphone para quem se quer iniciar no Android OS e possui um orçamento mais limitado.
Porquê?
Essencialmente porque este modelo já foi lançado no mercado há alguns meses e apresenta um preço inferior aos modelos mais recentes.
No catalogo da própria LG já poderá encontrar por exemplo o LG GT540 que também corre Android.

This entry was posted in Android and tagged , , , , , . Bookmark the permalink.


4 Responses to LG GW620 – Análise

  1. Pedro says:

    Não é por nada, mas acho que o objectivo de um review seria falares do telefone, e não só da sua máquina fotográfica… esperava mais, lamento a sinceridade

  2. ricardo says:

    Pedro,
    muito obrigado pelo teu comentário.

    Sobre a review do LG GW620 gostei bastante do desempenho da sua máquina fotográfica, daí esse foco.
    Trata-se de um equipamento que está datado a Novembro de 2009, mesmo assim não compromete a sua utilização e a bateria revelou-se bastante generosa.

    Que pontos gostarias de ver abordados aqui em futuras analises a smartphones?

  3. Pedro says:

    Olá Ricardo,
    Resumidamente acho que deverias ter feito uma análise mais tecnológica:

    Antes de mais, de facto, a qualidade da máquina fotográfica é bastante boa, admito-o! Aliás, faz frente a vários telefones mais “actuais”!

    No entanto, julgo que seria interessante falar-se do próprio software com que o telefone vem, como por exemplo, colocar algumas fotografias do menu (isto porque alguns fabricantes alteram o homescreen, como é o caso da Sony Ericsson), programa de GPS (se for o caso), facilidade de sincronização com o pc…

    Basicamente as especificações sabemo-las. Para isso é só irmos ao site da LG.
    Apesar disso, fiquei sem saber que tipo de processador está lá dentro, quanta RAM é que tem, ou se o ecrã é capacitivo ou resistivo (o que para mim é de grande importância)… mas isso nem no site da LG, o que acho muito mal (e depois admiram-se porque é que a HTC é das que vende mais smartphones; tudo se resume a bom marketing)…
    Hoje em dia, os smart phones estão a se massificar (e ainda bem!), até que um mero “leigo” das TI pode ser proprietário de um, mas isso também faz com que as pessoas comecem a querer ficar cada vez mais elucidadas sobre um determinado aparelho.
    Infelizmente as especificações que colocaste no post não são as oficiais, o que não condeno, já que se fosses pelo site da LG, limitavas-te a dizer que o telefone era preto, que vibrava, que mandava e recebia mensagens, mails e mms’s e por aí fora…
    Nesse aspecto acho o site da LG vergonhoso, mas isso provavelmente não é para cá chamado…
    Acho que um exemplo excelente será o da HTC, que mostra quase tudo o que interessa saber num smart phone. Dá uma vista de olhos no site deles e vais perceber o que quero dizer 😉

    Ainda assim, aquilo que as marcas dizem é tudo “muito bonito”, mas só temos a certeza da qualidade de um produto quanto o utilizamos.

    Um exemplo disso, e a pegar no iPhone4 só porque não me lembro de outro de momento, foi quando a Apple disse maravilhas do multitasking do novo iOS. Assim que a malta pega na nova versão do sistema, vê-se que aquilo não é multitasking “real”… Isto para não falarmos do “antennagate”…

    Ou seja, acho que uma análise não se resume a falar superficialmente daquilo que pode ser melhorado e daquilo que está bom, mas sim falar de tudo de uma forma mais profunda que a que fizeste.

    Lamento se estou a dar uma imagem de “esperto”. Não é essa a intenção. Apenas quero te mostrar o meu ponto de vista e, já agora, saber a tua opinião relativamente a este.

    Pedro

  4. joselito says:

    as especificações dizem quase tudo, mas o que queríamos saber era por exemplo:
    a rapidez com que se passa de um menu para outro, se faz ruídos quando faz chamadas, como é a internet por wifi, como é o broswer, se é fácil fazer a instalação de plug-ins Andriod, claro que para isso terias que ter feito outras coisas que não apenas teres tirado 2 fotos!

    Joselito!