Ilford Sprite 35-II

E a Ilford, lança uma nova máquina para fotografia analógica a Ilford Sprite 35-II!!!

E não é uma máquina descartável!

A Ilford Sprite 35-II vem na linha das máquinas fáceis de usar e mais acessíveis.
Na apresentação desta nova máquina pode ler-se: “Esqueça as velocidades do obturador, a abertura ou os medidores de luz – basta carregar um rolo de filme, apertar o botão do obturador e pressionar a alavanca do filme”.

Simples, certo!?

A Ilford Sprite 35-II tem uma velocidade de obturador fixa (1 / 120s) com uma lente de 31 mm, de apenas um elemento a f/9 de foco fixo e inclui também um flash embutido.
Pesa apenas 122 gramas, com dimensões de 119 mm (L) x 67 (A) mm x 44 mm (P). E disponível em duas cores como apresentadas na imagem.

Agora resta aguardar que a Sprite 35-II, chegue ao mercado Português!!!

Estou decidido a adquirir uma NARRATIVE CLIP 2

Narrative_Black

É fascinante e desafiante ser fotografo por estes dias!
Em nenhuma outra década da história se fez tanta fotografia como agora e nunca tivemos um tão grande número de cameras fotográficas ao nosso dispor.

No nosso dia-a-dia e no meu trabalho tenho de optar pela que melhor se adequa a uma determinada tarefa.
Daí o meu interesse pela nova NARRATIVE CLIP 2 que irá estar disponível no mercado durante o ano de 2015.

Poderemos escolher entre três cores, terá Wi-Fi e Bluetooth, Apps para iOS, Android e desktop.
Acelerómetro, 8 GB built-in memory, GPS, bateria até 30 horas com uma carga, porta USB e uma lente com um ângulo de 86mm com um sensor de 8 Megapixel.
Os pontos fortes que me levam a fazer escolher esta camera são os seguintes: ser pouco intrusiva, leve, boa autonomia e com conectividade.
A finalidade desta camera seria para gravar timelapse de determinados trabalhos sem necessidade de grande recursos.

Estou decidido a adquirir uma e gostava de contar com o vosso apoio, para isso basta que se inscrevam no site da NARRATIVE CLIP 2, utilizando este link.

Obrigado!

Sobre a empresa que produz a NARRATIVE CLIP 2, foi fundada na Suécia em 2012, e teve como nome inicial Memoto para aludir ao sentimento de “memória + automático”.
Foi esse o facto que levou à criação desta empresa, a necessidade de criar algo que registasse a nossa memória fotográficas de forma automática.

The impossible project

the impossible project

O the impossible project mostra-nos que poucos projectos podem ser impossíveis.
Quem diria que depois do fim da produção do filme pela propria marca iria surgir uma empresa para o voltar a produzir?
O revivalismo dos tempos com a ajuda da Internet, permite o aparecimento de projectos deste nivel.

Através do ebay comprei uma Polaroid 600, completamente nova!
E esta vai ser uma das resoluções que tenho para 2012, comprar filme e divertir-me a fotografar como no século passado!

Polaroid 600 - Instant Camera

E o mais interessante é que estão sempre a surgir novos papeis no the impossible project, para fotografar!

Boas fotos e votos de um grande 2012!